sábado, 5 de abril de 2008

Em comunhão.

Uma assembleia reunida, em silêncio, esforçando-se por seguir com respeito os preceitos da cerimónia. O celebrante testa-os, três vozes respondem. Percebe-se que aquela não é uma assembleia assídua à Eucaristia. O celebrante encarrega-se das ajudas, das respostas, dos cânticos.

Falta-me o coro das velhas que nunca se calam, falta-me a resposta em coro, a que estou habituado seguir, falta-me o silêncio da minha voz, que agora consigo ouvir. Ressoa de forma diferente esta Igreja, sente-se o vazio que emana destes corpos, existe um lugar que clama por ser preenchido.

Ao “por minha culpa”, estou perante uma assembleia que não bate no peito. Reparo de quanta sinceridade é feito a ausência deste gesto; não feito, por ser negado, mas simplesmente omisso.

Quanto do minha culpa, é feito de gesto, encenação, capa. Quanta hipocrisia teria que ser sangrada. Existe hoje algo que me conforta, na forma como esta Igreja ressoa. Sinto que Ele está lá para todos, e também para mim, pecador.

10 comentários:

Fa menor disse...

Quando me sinto abatida pela superficialidade da vivência cristã... dou de caras com um texto que me diz que "Ele está lá para todos".
Sim, Ele é para todos! Ele deu-se e dá-se continuamente por todos e para todos e cada um! E hoje, esses todos e cada um como sentem, vivem essa dádiva? Sentem necessidade dela, ou nem por isso?
Acho que em muitos casos só existem gestos sem sentimentos. Está a esfumar-se o sentimento de que se caiu em falta.
Hoje tudo é permitido. Nada é pecado. Daí não existe a necessidade de se perdir perdão.

antonio disse...

E no entanto, aquela é a Sua casa, cujas portas não podemos franquear a ninguém. Resta-nos saber acolher.

Fa menor disse...

António,
Cristo acolhe. A Igreja tem de acolher. Temos de saber acolher, aí está!
Mas acolher não significa concordar.
Só existe comunhão quando se está "na mesma onda", em sintonia.
Um pai, uma mãe, acolhe os seus filhos. É capaz de gastar tudo quanto tem para lhes curar comportamentos desviantes, de risco. Acolhe, ama, mas não concorda. Se concordasse "entrava na sua onda" e estava tudo bem. Acolher, amar, não significa permitir tudo, concordar com tudo. O mal de hoje é que é tudo normal.

Ele acolhe todos e cada um, toca-nos a nós fazer a nossa parte e entrar em sintonia com Ele, se quisermos... porque não somos obrigados a nada.

Maria João disse...

Sim, Ele é Pai de todos... Não devemos fechar as portas, mas ensinar através dos nossos gestos e palavras e, claro,das orações.

Vem ao meu blog e reza...

beijos em Cristo e Maria

Ecclesiae Dei disse...

É triste, muito triste ver que muito da fé que nossos antepassados - avós, bisavós, até pais - hoje não vemos. São tão poucos os que amam verdadeiramente a Deus e buscam Sua vontade. Rezemos, façamos nossa parte, com testemunhos, atos e palavras. E, concordando com Fa menor: acolhamos. É com amor que se ensina a amar.

joaquim disse...

Ele está lá para todos, como sempre esteve, nós é que por vezes cegamos...

Abraço amigo em Cristo

antonio disse...

Obrigado pelas vossas palavras de incentivo e confiança, somo aqui em certo sentido uma comunidade.

malu disse...

Quanto menos formos a sentir assim, mais forte teremos que ser.
A porta da Igreja está aberta atodos, sim, mas não deixemos entrar nunca o desânimo.

Coragem, oração e muita confiança na Sua ajuda.

慢慢來 disse...

晚情徵信協會全國網
大愛徵信社
三立徵信社
離婚|離婚證人有限公司
離婚|離婚證人-高雄徵信同業工會
離婚|婚姻挽回專區
一品蒐證尋人器材網
全國女子徵信社
晚晴徵信
八大徵信社
離婚│華納徵信社
徵信社品質保障關懷協會
晚晴徵信協會全國網
溫馨法律諮詢
劈腿大剖析
全國優良婚姻挽回
法律諮詢|免費諮詢華陀
亞洲徵信總部
感情挽回全國徵信
鴻海徵信尋人免費諮詢法律諮詢
大陸抓姦二奶-法律諮詢社
三立徵信有限公司
大愛徵信社
離婚|離婚證人非凡有限公司
女人國際徵信社
中區嚴選聯合徵信網
女人國際徵信
大愛徵信有限公司-台中
婦幼徵信有限公司
女子偵探徵信團隊
離婚|外遇觀測站
法律諮詢|免費諮詢網
外遇抓猴徵信偵探社
離婚-感情挽回Q&A諮詢網
新浪私家偵探社
離婚|女人徵信社
離婚|女人私家偵探社
婚姻挽回│國際聯盟社
法律諮詢所
外遇抓姦|女人國際徵信
女子徵信社
外遇|抓姦-女子偵探全國入口網
全國優良女人徵信社

奇堡比 disse...

新女性徵信
外遇調查站
鴻海徵信
亞洲徵信
非凡徵信社
鳳凰徵信社
中華新女性徵信社
全國新女性徵信社
全省女人徵信有限公司
私家偵探超優網
女人感情會館-婚姻感情挽回徵信
女子偵探徵信網
女子國際徵信
外遇抓姦偵探社
女子徵信社
女人國際徵信
女子徵信社
台中縣徵信商業同業公會
成功科技器材
女人國際徵信社
女人國際徵信
三立徵信社-外遇
女人國際徵信
女人國際徵信
大同女人徵信聯盟
晚晴徵信